top of page
  • Foto do escritorrmterapiasclinica3

Terapia Relacional Sistêmica

Atualizado: 24 de abr. de 2023

Família Casal Grupo




5Olá!

O objetivo desta psicoterapia é clarificar aos pacientes sobre situações de conflitos existentes no meio em que vive, assim como das suas dificuldades em enfrentá-las.

Mas vamos entender melhor sobre isso!


Através da Psicoterapia Sistêmica é possível observar e compreender como se dá o comportamento/relacionamento padrão das famílias, casais ou grupos. Há de se pensar que não é do nada que se cria um padrão comportamental de relacionamento familiar, mas tem que se levar em conta também as culturas envolvidas, como dos pais e seus antepassados.

Quando o comportamento de um subsistema (de um membro familiar) se apresenta de forma diferente do padrão, então, para que a homeostase se restabeleça, ou seja, para que haja um reequilíbrio do ambiente, é preciso haver um feedback negativo dos demais subsistemas que não aceitam tal mudança. Esse membro logo é identificado pelos demais como "doente" ou "problemático".


A família é um sistema aberto não só com interações internas entre os membros de um grupo, mas externas também havendo trocas de experiências como na escola, trabalho, etc. E essas convivências podem trazer mudanças ao grupo.


"Compreende-se que família só pode ser considerada família ou sistema se há relação, interação e interdependência entre as pessoas. Para que essa seja uma família funcional, todos seus membros devem estar em harmonia, equilíbrio e em constante transformação".

O terapeuta, no entanto, terá a oportunidade de investigar junto ao grupo se realmente tal membro familiar identificado como "doente" ou "problemático" é o motivo/causa da disfunção interacional do grupo, pois nem sempre é.

Pode ser que, por outro lado, esse subsistema, ou membro familiar, esteja tentando resolver uma situação que representa um problema para sua vida. O sistema familiar é capaz de viver transformações e prosperar em prol do grupo, apesar de haver padrões rígidos que tentam garantir seu status quo.


Para que um novo comportamento possa modificar o padrão de uma família/casal/grupo com algo novo é preciso que haja um feedback positivo, ou seja, a aceitação desse algo novo pelos demais, sendo mais flexível e permitindo mudanças no decorrer da vida. A falta de flexibilidade entre pais e filhos pode resultar em problemas que não se consegue resolver, o que pode gerar conflitos, tornando uma família/casal/grupo disfuncional.


O psicólogo, neste momento, é a árvore que oferece sombra (acolhimento) e possibilita que os envolvidos possam se olhar com outro olhar.


Abraços!

56 visualizações

Comments


bottom of page